Quais fatores interferem no sabor do vinho?

Quais fatores interferem no sabor do vinho?

Quais fatores interferem no sabor do vinho?

Vinhos da mesma safra e feitos com a mesma uva podem apresentar sabor e aromas diferentes.

Os vinhos possuem diferentes aromas, ainda que tenham sido produzidos pela mesma uva e safra. E o responsável por isso é o terroir.

A palavra terroir é bastante conhecida no mundo dos vinhos e significa que o estilo de um vinho é o reflexo de sua origem, ou seja, a particularidade em cada garrafa se dá pela relação do cultivo da uva e da produção do vinho, engloba altitude, temperatura, envelhecimento e região do cultivo, por isso são indicados nos rótulos o local de produção das uvas e o nome das suas castas.

Para sintetizar isso, uvas cultivadas em locais mais ensolarados, por exemplo, perdem a acidez mais rapidamente devido ao amadurecimento precoce, o que não acontece quando a mesma uva está em um ambiente frio. Quando se trata de altitude, as uvas produzidas são mais adstringentes do que as que são localizadas em baixas altitudes.



Vários fatores interferem no terroir

Existem regiões em que a interação da natureza é muito mais marcante, sendo até reconhecida e produzindo rótulos já tradicionais. A região da Borgonha, na França, os vinhos são produzidos a partir das uvas ícones da região: Chardonnay (branca) e Pinot Noir (tinta). Na região Côte d’Or, também são produzidos Pinot Noir excepcionais e encorpados mas precisam de mais tempo para evoluir e mostrar a grande variação de aromas e gostos, enquanto em Côte de Beaune se produzem Pinot Noir elegantes e delicados, menos complexos e que precisam de menos tempo para evoluir.

É importante saber que vários aspectos interferem no terroir. Os aspectos do solo têm um papel específico no resultado final do vinho produzido. É o solo que dá suporte às raízes da videira e proporciona os elementos nutritivos. O clima determina a qualidade da uva e claro, do vinho produzido. Geralmente o clima ideal é o temperado e com grande amplitude térmica: temperaturas mais altas durante o dia facilitam o amadurecimento enquanto o frio da noite faz com que a planta descanse, contribuindo para uma vida mais longa da videira. As chuvas durante o ano influenciam a reação da videira, de acordo com a época.

É sempre importante lembrar que o vinho é um elemento vivo e as condições de cultivo e produção são muito importantes para a qualidade, sabor e aroma da bebida. E se você quer curtir vinhos de diferentes regiões, aromas e sabores. Além de exigir uma qualidade excelente, o Caseratto é o lugar ideal. Vem apreciar um bom vinho.

Assine para receber novidades: promoções, datas especiais, drinks novos e dicas.

UNIDADE MARISTA: R. 1132, 755 - St. Marista, Goiânia - GO, 74180-110

UNIDADE PASSEIO DAS ÁGUAS SHOPPING: Av. Perimetral Norte, 8303, Goiânia - GO, 74445-360

CNPJ: 22.068.490/0001-09
Razão Social: MENDONCA E GARCIA COMERCIO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS LTDA

Como harmonizar vinhos para uma degustação completa

Como harmonizar vinhos para uma degustação completa

Como harmonizar vinhos para uma degustação completa

Como harmonizar vinhos para uma degustação completa

 

Vinho é tudo de bom, melhor ainda quando harmonizado corretamente para deixar a refeição encantadora e completa.

Vinho é sem dúvida uma das bebidas mais apreciadas do mundo. É muito difícil encontrar alguém que não se renda aos encantos dos mais variados tipos de vinhos. Doces, secos, brancos e tintos, todos são muito especiais e ficam melhores ainda quando combinados corretamente na hora da refeição. Harmonizar vinhos é uma das partes importantes pra quem aprecia uma boa comida. Ao contrário do que muita gente pensa, não é tão difícil escolher um vinho que combine com a sua refeição.

Harmonizar com carnes vermelhas

Carne vermelha grelhada pede vinhos tintos de médio corpo ou jovens. Quando acompanhada de um molho mais forte, o ideal é optar por vinhos mais maduros e robustos ou de corpo médio.

Filé mignon, por exemplo harmoniza bem com vinhos Pinot Noir. Contrafilé harmoniza com Cabernet ou Syrah. Se o molho é apimentado vai bem com Riesling ou Sauvignon Blanc. Já molhos amanteigados ou de queijos harmonizam com Cabernet ou Syrah.

Harmonizar com massas

Massas que levam molho branco podem ser acompanhadas com vinhos tintos jovens e leves, ou até de corpo médio. Também combinam com espumantes brut e com brancos maduros ou jovens. Massas à base de tomates pedem vinho rosé, que combina mais com o fruto de gosto sutil e refinado. Agora se o molho for à bolonhesa, pede um vinho vermelho com boa textura, por exemplo: Cabernet Sauvignon. O molho pesto, delicado e delicioso, deve acompanhar um bom vinho branco como o Chardonnay.



Harmonizar com peixes e sushis

Comida leve pede um vinho leve e a harmonização também deve ser feita de acordo com o molho escolhido. Para esse tipo de prato, o recomendado é escolher entre um vinho branco levemente maduro ou seco frutado. Quem sabe ainda um espumante demi-sec ou brut.

Harmonizar com bacalhau, salmão, sardinha e atum

O bacalhau, por ser um prato bem forte e com muita presença de sabor pede um vinho branco de bom corpo e maduro. Você também pode optar por um vinho tinto de médio corpo e mais jovem.

Harmonizar com aves grelhadas e peru

A harmonização com aves depende bastante do molho escolhido ao servi-las. No geral, as melhores opções são os vinhos brancos secos de boa estrutura, espumantes brut, ou até vinhos tintos de médio corpo. Para o peru, escolha entre o vinho tinto de médio corpo ou um vinho branco leve, seco e bem estruturado.

Harmonizar com sobremesas

Para uma boa combinação entre vinhos e sobremesas, alguns cuidados são necessários:

  • Se a sobremesa leva café, tente servi-la com vinhos do tipo licorosos, pouco oxidados e que lembrem o aroma do café.
  • Quando a sobremesa levar frutas o cuidado com o vinho deve ser para buscar manter o sabor delicado da sobremesa. Frutas têm sabores complexos que devem ser apreciados e mantidos. Portanto invista em um vinho leve, de baixo teor alcoólico e aromas cítricos na hora de escolher. No caso das frutas secas, opte por vinhos envelhecidos, não muito oxidados. O ideal é um vinho branco ou do porto.
  • Sobremesas com doce de leite, muito doces, pedem um vinho que seja o contrário, pensado para não deixar a sobremesa enjoativa. Invista em um rótulo ácido.
  • Sobremesas com chocolate, pedem algo forte, por conter cacau, gordura e açúcar. O chocolate é muito presente e rouba os sabores. O vinho precisa ter sabor e aromas marcantes. Não utilize vinho branco nesses casos. O vinho deve ser intenso, assim como a sobremesa.

E depois de tanta informação, fica muito mais fácil escolher o rótulo certo para acompanhar seu prato, não é? Aqui no Caseratto, a Adega é completíssima. Idealizada para proporcionar momentos incríveis do prato ao vinho.

Assine para receber novidades: promoções, datas especiais, drinks novos e dicas.

UNIDADE MARISTA: R. 1132, 755 - St. Marista, Goiânia - GO, 74180-110

UNIDADE PASSEIO DAS ÁGUAS SHOPPING: Av. Perimetral Norte, 8303, Goiânia - GO, 74445-360

CNPJ: 22.068.490/0001-09
Razão Social: MENDONCA E GARCIA COMERCIO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS LTDA

Pin It on Pinterest